quinta-feira, 8 de maio de 2008

Feriadão de 1 de maio em Recife/PE


Conhecida como a "Veneza brasileira", pelos rios e pontes que cortam a cidade, o Recife é herdeiro de um património histórico e arquitectónico valioso. Sujo, mas valioso! A arquitectura é uma mescla da presença dos portugueses (católicos) e holandeses (protestantes)- os 2 povos que a disputaram no séc.XVII. Tem origens indígenas e costumes africanos que influenciam fortemente a cultura do povo (ex.: o Maracatu e o Frevo).
Poderia ser tudo muito bonito não fosse o povo, que apesar de feio e porco, é muito cordial e receptivo.

O Recife tem uma vizinha linda e que faz jus ao nome, Olinda. Uma vila cheia de belos cantos e recantos. Cheia de cor e de histórias interessantes e engraçadas para contar.

Saímos de São Paulo numa noite de 15º e chegamos ao Recife numa madrugada de 28º. Um choque térmico gostoso e animador.
Ficamos alojados num "cafofo" tão pé-de-chinelo (mas limpinho) que se designava por "Hotel Pousada da Praia". O que é um hotel pousada ainda não percebi mas este dava-se ao luxo - ou falta dele - de ter 2 designações.
Estávamos a uma quadra da Praia da Boa Viagem e defronte de uma placa assustadora:
Diante de uma praia bonita mas intimidadora e uma areia poluída, não pusemos o pé naquela água. Pelo menos na beira dela. Mas como não somos de desistir resolvemos ir para alto-mar em busca dos famosos naufrágios que caracterizam a costa pernambucana.

Recife Sub-aquático


O que faltou em cima fomos encontrar em baixo.
Tivemos uma experiência deveras emocionante e espectacular. Fiz 3 mergulhos profundos em alto mar com água a tº de banheira. O 1º mergulho foi mau pois o mar estava extremamente irritado. Vomitei até a alma!!!
Mas os outros 2, no dia seguinte, valeram a viagem. Fomos a 30mts e a água estava a 30º. Para quem me conhece sabe que estive no paraíso. Sou a pessoa mais friorenta do mundo e, como podem ver, mergulhei apenas, com uma t-shirt de neoprene (que o meu maninho me deu)!!


E como se não bastasse a emoção de todos estes factores, tivemos 4 encontros que nos aumentaram, ainda mais, a adrenalina...TUBARÕES!!! No entanto confesso que ver a placa nas praias assusta mais que ver os animais quietinhos e sossegados debaixo dos destroços dos naufrágios - e de boca fechada, claro - ao vivo! Era eles a mexerem-se um bocadinho e eu a "7 barbatanadas" dali...




Resumindo, a experiência sub-aquática valeu. Que venha a próxima...esperemos que seja numa água tão boa ou melhor. E fica a sugestão de uma bela e emocionante experiência.

3 comentários:

Anônimo disse...

See Please Here

mary disse...

com esses tubarõezinhos quem não entrava na água era EU!!! medooo!!!
que fotos márávilhá amiga! divirtam-seeee!!! e daqui a um mÊs é para voltares para nós, tuas alminhas queridas!!!!!!!

Com erros de porgues,porem COM ETICA! disse...

ahahahha!!! blog muito bom!!! Show de bola... Campos de Jordao realmente nos faz ter vontade de trabalhar ,comprar uma mansão la na serra,e esperar as coisas rolar !hahhaha
abracao!!!